Até a quarta ou até a milésima? Faça suas apostas!

Série: “A Bíblia e a Maldição Hereditária”

Texto: Sergio de Souza.

A Base da Heresia:

Para desmontar a questão relativa a esta heresia ainda pregada nas igrejas, basta interpretar corretamente, com o uso das regras básicas de Hermenêutica, os textos bíblicos usados por falsos mestres e por seus ludibriados seguidores.

Porém, nem seria necessário saber estas regras básicas. A boa e simples Interpretação de Textos na Língua Portuguesa, tanto deste texto citado hoje, como de outros ainda a analisar em futuras publicações, resolveria o problema.

O principal texto usado para fundamentar esta heresia é Êxodo 20:2-6:

2 Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.

3 Não terás outros deuses diante de mim.

4 Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

5 Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o Senhor, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem

6 e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.

  • Qual é o mandamento?

Não terás outros deuses diante de mim, não farás para ti imagem de escultura… Não as adorarás…

  • Por quê?

Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira geração…

Muito bem.

  • Qual é o pecado que, supostamente, seria punido com a maldição hereditária até a terceira e a quarta geração? Acertou quem respondeu “idolatria”.
  • Estão incluídos outros pecados? Não!

Então, caso esta “teoria”, esta heresia, fosse verdadeira a única maldição a quebrar seria a do pecado da idolatria.

Mesmo assim, temos outra pergunta:

  • Deus é mentiroso? Claro que não!

Da mesma forma que, supostamente, prometeu a Maldição Hereditária, Ele, também supostamente, prometeu a “misericórdia hereditária”, a “bênção hereditária” até mil gerações. Seguindo a lógica torpe dos que usaram este texto para pretexto de sua heresia Deus seria mentiroso. Vejamos:

Vamos usar o exemplo de Abraão, o patriarca (no bom sentido) dos hebreus (descendentes de Héber, ou Éber), dos filhos de Israel (neto de Abraão). Desta nação, desde Abraão, ainda não passaram mil gerações e, embora todos sejam descendentes dele, nem todos foram ou são abençoados.

Abraão, todos sabem, também é o patriarca (de novo a palavra, mas para Abraão, pode) dos árabes (descendentes de Ismael). Se Abraão era abençoado (e ele era mesmo) Ismael e todos os seus descendentes também seriam. Nem todos foram ou são.

A história dos reis de Israel e Judá mostra que havia bons e maus reis, todos eles descendentes de Abraão, de Isaque, de Jacó e de seus doze filhos. Como explicar isso? A resposta está no versículo 5: “daqueles que me aborrecem“. Quem obedece a Deus, independente do que seus pais tenham feito, não o aborrece.

A resposta, para quem quer viver sujeito à Lei de Moisés (embora não seja uma boa escolha – leia Atos 15 e os primeiros capítulos de Gálatas), está em outro texto, Ezequiel 18, objeto do próximo post desta categoria (Maldição Hereditária). A resposta, para quem quer viver na Graça está em muitos textos do Novo Testamento, objeto de futuros posts nesta categoria.

Jogue a Maldição Hereditária, esta heresia, esta mentira, este peso, este fardo, vindo do inferno e dado pelos falsos mestres, pra longe de você (no cesto arquivo – no lixo). Aproveite e jogue os falsos mestres também. Ore, pense e examine se estes fundamentos não são suficientes pra você largar este ensino herético, mentiroso e prejudicial (como todas as heresias) à Igreja, corpo de Cristo.

Aguarde os próximos posts!!!

.

IV

Deixe um comentário


CAPTCHA Image
Play CAPTCHA Audio
Reload Image