Precisamos nos tornar judeus?

Série: “Judaizantes”.

Texto: Sergio de Souza.

Queremos a Lei ou a Graça?

O capítulo 15 do Livro de Atos dos Apóstolos conta que o Primeiro Concílio de Jerusalém havia sido convocado para resolver a questão em que judeus convertidos alegavam que a salvação dos gentios, também convertidos, ambos parte da Igreja, não estaria completa enquanto eles não se submetessem à Lei de Moisés.

Lembrando que a chamada “Lei de Moisés” tinha aspectos morais, civis e de rituais.

Atos 15 – Alguns versículos

1 Alguns indivíduos que desceram da Judeia ensinavam aos irmãos: Se não vos circuncidardes segundo o costume de Moisés, não podeis ser salvos.

2 Tendo havido, da parte de Paulo e Barnabé, contenda e não pequena discussão com eles, resolveram que esses dois e alguns outros dentre eles subissem a Jerusalém, aos apóstolos e presbíteros, com respeito a esta questão.

4 Tendo eles chegado a Jerusalém, foram bem recebidos pela igreja, pelos apóstolos e pelos presbíteros e relataram tudo o que Deus fizera com eles.

5 Insurgiram-se, entretanto, alguns da seita dos fariseus que haviam crido, dizendo: É necessário circuncidá-los e determinar-lhes que observem a lei de Moisés.

6 Então, se reuniram os apóstolos e os presbíteros para examinar a questão.

7 Havendo grande debate, Pedro tomou a palavra e lhes disse: Irmãos, vós sabeis que, desde há muito, Deus me escolheu dentre vós para que, por meu intermédio, ouvissem os gentios a palavra do evangelho e cressem.

8 Ora, Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, concedendo o Espírito Santo a eles, como também a nós nos concedera.

9 E não estabeleceu distinção alguma entre nós e eles, purificando-lhes pela fé o coração.

10 Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós?

11 Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram.

Tiago, irmão do SENHOR, dando seu parecer, depois de Pedro:

19 Pelo que, julgo eu, não devemos perturbar aqueles que, dentre os gentios, se convertem a Deus,

20 mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, bem como das relações sexuais ilícitas, da carne de animais sufocados e do sangue.

A decisão enviada a Antioquia:

22 Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros, com toda a igreja, tendo elegido homens dentre eles, enviá-los, juntamente com Paulo e Barnabé, a Antioquia: foram Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens notáveis entre os irmãos,

23 escrevendo, por mão deles: Os irmãos, tanto os apóstolos como os presbíteros, aos irmãos de entre os gentios em Antioquia, Síria e Cilícia, saudações.

24 Visto sabermos que alguns [que saíram] de entre nós, sem nenhuma autorização, vos têm perturbado com palavras, transtornando a vossa alma,

25 pareceu-nos bem, chegados a pleno acordo, eleger alguns homens e enviá-los a vós outros com os nossos amados Barnabé e Paulo,

26 homens que têm exposto a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo.

27 Enviamos, portanto, Judas e Silas, os quais pessoalmente vos dirão também estas coisas.

28 Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas essenciais:

29 que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde.

A leitura da mensagem

30 Os que foram enviados desceram logo para Antioquia e, tendo reunido a comunidade, entregaram a epístola.

31 Quando a leram, sobremaneira se alegraram pelo conforto recebido.

32 Judas e Silas, que eram também profetas, consolaram os irmãos com muitos conselhos e os fortaleceram.

Dos preceitos civis e dos rituais da Lei de Moisés, para os gentios convertidos sobraram somente:

  1. Abster-se das coisas sacrificadas aos ídolos;
  2. Abster-se de ingerir sangue;
  3. Abster-se de ingerir carne de animais sufocados;
  4. Abster-se das relações sexuais ilícitas

E, claro, toda a Lei Moral que é confirmada no Novo Testamento (não furtarás, não mentirás…)

Então, por que os apóstolos modernos querem, como diz tão bem João Alexandre em sua música (É Proibido Pensar):?

“Reconstruindo o que Jesus derrubou,

Re-costurando o véu que a cruz já rasgou,

Ressuscitando a Lei, pisando na Graça…”

Muito fácil a resposta:

É muito mais fácil subjugar com a Lei do que com a Graça. Com a Graça eles não teriam esta multidão de seguidores, de ovelhas cegas com medo da maldição do líder e de suas unções de honra.

Vamos tirar as escamas dos olhos?

.

II

 

Deixe um comentário


CAPTCHA Image
Play CAPTCHA Audio
Reload Image